Não há poesia nos carros rebocados, há gajos às pancadas aos reboques

Um momento muito estranho na Penha de França.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Escolha o seu estado de espírito