Sente-se aqui, vandalismo educadinho

156

Habitar um edifício com revestimento de pedra é um desafio.

Porém limpar a pedra de tinta de spray é um problema mesmo quando o resultado possa ser bem humorado.

O vandalista talvez pense que a coisa passe com chuva e que os moradores do prédio “experienciam” o tremendo sentido de humor vandalizante.

Bem educadinho seria ter pintado com gouache.

Último suspiro do Flash

3317

Foi com esta tecnologia que a Internet despertou para os conteúdos multimédia. Porém com o advento dos telemóveis depressa se percebeu que não fazia sentido usar o Flash com todos os constrangimentos que um ecrã pequeno acarreta.

Outra limitação seria a capacidade de processamento dos dispositivos móveis face à necessidade de processamento do Flash.

Foram bons tempos!

Até sempre meu companheiro de primeiros passos na web.

Cabo da Roca, o cabo do frio e do vento

980

Era 10 de Junho e estávamos a pensar passar um excelente dia de praia na praia da Adraga porém estava frio, vento, desagradável.
Tivemos azar e não tivemos a preocupação de confirmar o tempo, pois por ali o microclima é factor de diferença abismal entre Cascais e Sintra.

Resultado, fomos almoçar e do melhor que por ali há é o Toca do Júlio onde comemos umas excelentes sardinhas.

Restaurante “Toca do Júlio” que recomendamos.

À vinda para casa (Lisboa) ainda passámos pelo Guincho mas estava muito vento.

Na marginal pela costa de Cascais reparámos nos milhares de pessoas que estavam nas praias, desde Cascais a Carcavelos, passando por Oeiras e até mesmo Algés.

No Cabo da Roca íamos congelando!

Mobiliário pelas ruas da capital

24

Em Lisboa há inúmeros cantinhos onde os alfacinhas se habituaram a deixar mobiliário antigo e usado. Muitas coisas são interessantes, mas deve-se ter cuidado com o que se leva para casa.

Um dos cuidados mais importantes é a desinfecção, deve levar o mobiliário antigo a uma oficina de recuperação de mobiliário para que esta prepare tudo.

Formigas, aranhas, baratas, bicho da madeira, covid, deverão ser extraídos do mobiliário.
Depois deve sempre pedir para retirar o verniz existente e substituir por novo para que a mobília dure.

Muitas vezes recuperar mobiliário antigo é mais capricho do que outra coisa.

Este cantinho é no topo das escadinhas do triângulo vermelho. Por aqui deixa-se este tipo de material, colchões, camas, mobília de quarto, sala, sofás, roupa, brinquedos e muitos mais objectos usados.

Lembramos-lhe de que a forma correcta de se livrar dos “monstros” (mobília volumosa) é:

 Online
Na Minha Rua LX

 Telefone
 808 20 32 32 | 218 17 05 52 (das 8h às 20h, de 2.ª a sábado)

Cuidado com o que leva para casa, pode ser giro mas pode levar para casa também pragas de insectos.

Passeio ao Dino Parque na Lourinhã

657

Valeu a pena, levámos lanche e fomos pela A8 de Lisboa.

Assim que chegámos encontrámos o antepassado do Galo de Barcelos (estamos a brincar, o antepassado do Galo de Barcelos é o barro).

São cerca de 4 horas de ciência e história natural em que se dá conta da importância da Lourinhã e família Mateus na paleontologia do século XXI.
Os achados, a inspiração, o parque, tudo faz sentido e está muito bem apresentado, cuidado e valorizado.

Valeu a pena e recomendamos, é um parque limpo e bem organizado de dimensão média, com uma equipa disponível e solícita. São múltiplos os espaços para merendar.
Não colocamos aqui todas as fotos – cerca de 100 – pois queremos que descubra o parque por si.

Compre os bilhetes no site do Dino Parque e imprima para mostrar à entrada.

Aproveitando os restos de preparação de vegetais

479

Alguns desperdícios alimentares não morrem, é o caso de bocados de alho francês, aipo, cenoura, batata e muitos vegetais de cujos restos deitamos ao lixo.

Basta colocar num recipiente o bocadinho final do vegetal que toca na terra para que este ganhe raiz.
Logo que o vegetal começar a dar sinais de força, devemos colocar num vaso.
Fizemos isso com um pedacinho de aipo e aqui está ele um ano depois.
Algumas folhagens amareleceram com a baixa de luz dos dias de Abril, mas outras continuam a crescer. Fazemos a rega dia sim dia não.

Aipo renascido
Aipo renascido, pode nem ir parar à sopa, mas tem tido alto valor decorativo e tem sido uma companhia na cozinha.

Acidentes automóvel, uma chatice a evitar, este foi na Praça do Chile logo de manhã

1097

Aquando da caminhada matinal para combater o excesso de peso decorrente do tele-trabalho, a movimentação policial na Praça do Chile indicia um acidente auto.

Não havia ambulâncias pelo que se espera que não tenha havido feridos. Aqui fica a foto e um link para a declaração amigável da Companhia de Seguros AGEAS na página de apoio ao cliente.